18 de jun de 2010

Sempre fatal.


Sempre fatal.

Não há roupa que surpreenda,
Não a liga que contenha,
Há odores que o tesão só aumenta.

(Desejos da pele).

Nenhum comentário: